JOÃO MOHANA

 

MOHANA, João Miguel (1925 - 1995)

Nasceu em Bacabal - Maranhão. Filho de uma família libanesa cristã, recebeu essa formação religiosa. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal da Bahia em 1949, especializando-se em Pediatria.

Clinicou na cidade de São Luís, exercendo por vários anos suas atividades no Departamento Estadual da Criança. Foi educador sanitário da Campanha Nacional de Educação Rural junto à Missão Intermunicipal Rural Arquiodiocesana e atuou também na clínica particular. Em 1953 ingressa no Seminário Maior de Viamão em Porto Alegre - RS, ordenando-se sacerdote em julho de 1960 e retornando em seguida para a cidade de São Luís - MA.

Publica dois romances: O outro caminho (1968) e Maria da tempestade (1987), ambos premiados pela Academia Brasileira de Letras e traduzidos em vários países da Europa. Isso o fez conhecido e requisitado em todo o Brasil como conferencista para casais. Sua obra principal, A vida sexual dos solteiros e casados (1969), é o elo indispensável entre a sua obra de romancista e seu ensaísmo psicanalítico-religioso. Escreveu outro importante livro, Sofrer e amar: psicologia e teologia do sofrimento (1973). Como sacerdote, participou da Juventude Autêntica Cristã - JUAC. A cultura é tema de seu último livro: Diga não ao imperialismo cultural, publicado no Ano Internacional da Juventude, em 1985, em que propõe uma leitura da realidade e dos mecanismos ideológicos que se infiltram na religião, na política e na sociedade brasileira, oferecendo pistas para que os jovens, recusando a condição de objetos, possam transformar-se em sujeitos na construção de uma sociedade. Mohana não se limitou a escrever sobre assuntos religiosos, mas também sobre literatura, teatro, música, cinema e cultura, em mais de quarenta títulos. Embora não fosse psicólogo, foi marcante a sua participação nessa área. Sua psicologia pode ser caracterizada como uma psicologia "da salvação", que abre caminho para a realização ontológica no sentido de que o homem restabeleça o seu encontro. Na sua obra Plenitude humana (1983), discute a realização pessoal como ponto-chave para o restabelecimento da paz interior.

Através de seminários, conferências e sessões de aconselhamento, pregava uma psicologia baseada em sua reflexão sobre a vida. Ensinava que a adversidade, as neuroses, as dores são como nuvens escuras mas passageiras, e que devem ser tratadas dessa forma; afirmava que o homem abraçou valores transitórios em detrimento de valores eternos, o que fez com que mergulhasse na angústia, na depressão - enfim, o tédio da vida, a perda do significado da existência. Contempla uma psicologia iluminada pela fé e que indaga sobre a incerteza e a dúvida do homem perplexo diante de si e do mundo. Suas obras foram reeditadas inúmeras vezes. Faleceu em São Luís - MA.

Publicações:

MOHANA, João Miguel. A vida sexual dos solteiros e casados. 12. ed. Porto Alegre: Globo, 1969.

MOHANA, João Miguel. Diga não ao imperialismo cultural. São Paulo: Loyola, 1985.

MOHANA, João Miguel. Maria da tempestade. 8. ed. Rio de Janeiro: Agir, 1987.

MOHANA, João Miguel. O outro caminho. 7. ed. Rio de Janeiro: Agir, 1968.

MOHANA, João Miguel. Plenitude humana. 3. ed. Porto Alegre: Globo, 1983.

MOHANA, João Miguel. Sofrer e amar: psicologia e teologia do sofrimento. 12. ed. Rio de Janeiro: Agir, 1973.

Márcia Antonia Piedade Araújo
Manoel William Ferreira Gomes
Ana Maria Jacó-Vilela

 

Fonte: Dicionário biográfico da psicologia no Brasil: Pioneiros / Autor(a): Regina Helena de Freitas Campos (org.) Imago Editora - Rio de Janeiro - 2001 - 461 p.

 



CLIO-PSYCHÉ - Programa de Estudos e Pesquisas em História da Psicologia
Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
Rua São Francsico Xavier, 524, 10° andar, bloco F, sala 10120
Tel: 21-2587 7903
Email: cliopsyc@uerj.br