(21) 2334-0830

Extensão

INTRODUÇÃO À OBRA DE IGNACIO MARTÍN-BARÓ: HISTÓRIA, CONCEITOS E PROJETO ÉTICO-POLÍTICO 

QUANDO: Segunda-feira, 06/05 até sexta-feira, 10/05.
INSCRIÇÕES: De 08/04 a 30/04. A ficha de inscrição deve ser preenchida e enviada para o email extensaocliopsyche@gmail.com
Mais informações
Ficha de Inscrição

Antropologia e Saberes Psi: Sujeitos e Direitos

Ocorrerá às quintas-feiras, de 04/04 a 02/05/2019.
INSCRIÇÕES: De 11/03 a 02/04. A ficha de inscrição deve ser preenchida e enviada para o email extensaocliopsyche@gmail.com
Mais informações
Ficha de Inscrição

Corpo e Subjetividade: Diálogos Interdisciplinares

Ocorreu às quartas-feiras, de 27/06 à 25/07/2018
Foi organizado através do CEPUERJ.

Psicanálise na Argentina e no Brasil: Uma Perspectiva Histórica para Abordagens Atuais

O curso teve como objetivos:
Analisar a História da Psicanálise nos dois países.
Oferecer a História como recurso para abordar problemáticas atuais.
Analisar particularmente os debates atuais da chamada “crise” da Psicanálise e sua relação com as Neurociências.
Mostrar ferramentas úteis para pesquisas empíricas sobre estas temáticas.
Ocorreu às segundas-feiras, de 28/05 à 25/06/2018
Foi organizado através do CEPUERJ.

Análise e Contextualização de Fontes em História das Ciências

O curso teve como objetivos:
Apresentar e discutir como vários tipos de fontes podem ser utilizados na elaboração da história dos saberes “psi”.
Analisar e debater, através de atividades práticas, as diferentes metodologias de trabalho e contextualização com cada fonte específica.
Neste curso procuraremos apresentar e discutir como vários tipos de fontes podem ser utilizados na elaboração da história dos saberes “psi”. Nossa metodologia será baseada em exposições orais e exercícios práticos de análise e contextualização de fontes, mostrando como cada tipo de fonte exige diferentes métodos de trabalho. Trabalharemos com fontes ligadas à psicanálise, psiquiatria e psicologia do Brasil e Argentina, durante o século XX. Levaremos em consideração que as fronteiras entre estas três disciplinas, que em parte do período estudado ainda estavam em processo de especialização e institucionalização, não eram tão nítidas, e que muitos atores se vincularam a mais de uma delas. Os principais tipos de fontes primárias a serem analisados serão jornais, periódicos especializados, autobiografias, correspondências, diários, textos literários, fotografias, prontuários médicos, arquitetura e filmes.
Ocorreu às quintas-feiras, de 19/04 à 17/05/2018
Foi organizado através do CEPUERJ.

Michel Foucault e a História dos Saberes Médico-psicológicos

O curso teve como objetivos:
1) Revisitar os textos clássicos e recentemente traduzidos para o português de Foucault que têm servido de referência para historiadores e psicólogos;
2) Discutir os textos (cursos) em que Foucault dialoga com seus críticos e/ou aprofunda suas reflexões acerca da loucura e da história da psiquiatria e da psicologia;
3) Analisar textos do autor sobre o poder, a governabilidade, subjetividade e a verdade;
4) Apresentar um balanço historiográfico sobre os trabalhos em história da psiquiatria, da psicologia e da loucura apoiados no autor que foram produzidos desde os anos 1970, mas, sobretudo, os mais atuais.
Ocorreu às sextas-feiras, de 06/04 à 15/06/2018.
Foi organizado através do CEPUERJ.

Arte e Loucura nas Práticas e Saberes “Psi” no Brasil

O curso teve como objetivo apresentar um panorama das principais experiências com arte que ocorreram no Brasil no contexto das práticas e saberes “psi”ao longo do século XX.
Ocorreu às terças-feiras, de 01 à 29 de agosto de 2017.
Foi organizado através do CEPUERJ.

 

O projeto de extensão Cine Clio-Psyché é uma atividade integrante do Laboratório de História e Memória da Psicologia – Clio-Psyché, do do Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Tem por objetivo realizar apresentações de filmes, sendo estes relacionados a debates no interior da historiografia da psicologia, da psiquiatria ou da psicanálise. Além disso, visa contar com a presença de convidados para discuti-los, realizando aulas, debates e palestras. Os filmes e debates serão realizados com periodicidade mensal (todas as terceiras terças-feiras de cada mês), contando com a seguinte dinâmica: os filmes são escolhidos com antecedência nas reuniões do Clio-Psyché, após amplo debate de seus membros. Em seguida, são delegados os responsáveis pela escolha dos debatedores e, finalmente, a organização, divulgação e execução do evento propriamente dito. No dia de sua realização, os debatedores são responsáveis por alavancar a discussão a partir do filme, trazendo assuntos de suas sistematizações teóricas e pesquisas desenvolvidas.

Filmes já exibidos:

No Intenso Agora

Libertárias

O Príncipe de Fogo

Bicho de Sete Cabeças

Laranja Mecânica

Um Método Perigoso

Alemanha, Ano Zero

As Bruxas de Salem

Carlota Joaquina: Princesa do Brazil

O Nome da Rosa

 Florestan Fernandes – O Mestre

O Experimento de Aprisionamento de Stanford

Nise: O coração da loucura

A Greve